quarta-feira, 22 de abril de 2015

O JARDINEIRO E A MARGARIDA - DIA DAS MÃES

Cenário: um jardim decorado com bolas verdes
Narrador: Certa vez no jardim das rosas nasce uma pequena flor, que crescia e tinha poucas pétalas. Com a chegada do vento aquela pequena flor balançava e se movia com o vento. Com a chegada do jardineiro, ao vistoriar o jardim, viu aquela flor tão simples. O jardineiro decidiu arrancar. A pequena flor se desesperou e pediu:
Margarida: Por favor jardineiro não me arranque eu preciso descobrir para que sirvo!
 Narrador: O jardineiro com dó, deixou aquela flor no jardim e deu o nome a ela.
Jardineiro: Vou te deixar no jardim, você se chamará Margarida, mas procure descobrir qual é a sua maior qualidade.
Chegam as rosas (amarela, rosa, vermelha e a branca)
Flor vermelha: eu sou a rosa vermelha, sou a flor preferida de todos que estão amando quando querem namorar é a mim que vem pegar.
Todas as rosas: E você! Oh Margarida para que serve?
Flor Amarela: Eu sou a flor amarela, represento a riqueza, quando querem ostentar é a mim que vem pegar.
 Todas as rosas: E você! Oh Margarida para que serve?
Flor Rosa: Eu sou a flor rosa, sou a flor das debutantes, quando querem decorar é a mim que vem pegar.
Todas as rosas: E você! Oh Margarida para que serve?
Flor branca: Eu sou a flor branca, represento a pureza, quando querem se casar a igreja decorar é a mim que vem pegar.
Todas as rosas: E você! Oh Margarida para que serve?
Margarida se entristece e se encolhe.
Entra um menino rodeia todo o jardim e sai Novamente o menino entra e vai em direção de Margarida, quando ele vai tirar... Margarida: Mas porque eu, com tantas rosas bonitas, você menino vem escolher eu uma simples margarida.
 Menino: Eu vim aqui escolher uma rosa para presentear minha mãe, percebi que todas eram muito bonitas, mas ao olhar de perto vi que todas tem espinhos, somente você margarida não possuem espinhos que podem machucar minha mãe. Aprendi com minha mãe que quem ama não machuca.
Narrador: margarida agora descobriu a sua maior qualidade: não machucar quem lhe toca. Naquela manhã margarida saiu orgulhosa: Ela era a preferida! *Você pode dar o presente mais caro, talvez até o maior, contudo um grande presente é reconhecer que quem ama não machucar. Você pode ser esse presente?




Autora: Janilda Pinheiro

Recebi da amiga Sandra Linhares

6 comentários:

  1. Que lindo!!!

    Amei!!!! :-)

    Sandra Curcino.

    ResponderExcluir
  2. Olá Nilza
    Parabéns pelo lindo blog, ótima postagem. Desejo um belo dia. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Nossa essa história e muito linda pois faz com que todos não se sintam inferiores muitas vezes essa situação me aconteceu mais Deus fez com eu descobrisse que eu era muito especial

    ResponderExcluir
  4. Tem como vc enviar para meu Email?
    Achei lindo.
    silvanirodrigues1979@bolcom.br
    Desde já agradeço

    ResponderExcluir
  5. Tem como vc enviar para meu Email?
    Achei lindo.
    silvanirodrigues1979@bolcom.br
    Desde já agradeço

    ResponderExcluir