segunda-feira, 21 de maio de 2018

Rainha Ester



Já fazia muito tempo que o povo judeu estava fora do país. Eram maltratados e estavam espalhados por vários países.
Num país chamado Pérsia moravam muitos judeus. Entre eles havia um homem chamado Mordecai e sua sobrinha Ester. Os pais de Ester haviam morrido, por isso ela morava com seu tio. Eles amavam a Deus e obedeciam aos Seus mandamentos.
O rei da Pérsia se chamava Assuero. Um dia, ele decidiu escolher uma moça para ser a rainha. Então, pediu aos seus ajudantes que trouxessem moças muito bonitas para que ele escolhesse uma delas. Apareceram muitas moças para que o rei escolhesse. vocês conseguem adivinhar quem estava entre essas molas? Muito bem, Ester. As moças ficaram vários dias no palácio para fazer tratamento de pele, comer comidas especiais e ser cuidadas. Mordecai pediu a Ester que não contasse que ela fazia parte do povo judeu. Quando as moças já estavam prontas, cada uma chegava perto do rei para que ele a conhecesse. Todas estavam muito lindas! Mas o Rei Assuero não gostou de nenhuma delas até que chegou o dia de Ester se apresentar. Assuero gostou dela mais do que todas as outras, colocou uma coroa em sua cabeça e ela se tornou a rainha de toda Pérsia. Talvez Ester nunca tivesse imaginado que seria uma rainha! Assuero não sabia que Ester era judia. E se ele descobrisse? Será que mandaria Ester embora o palácio?
Havia um ajudante do rei chamado Hamã que não gostava de Mordecai e queria matar todos os judeus. Hamã não sabia que Mordecai era tio da rainha; isso era um segredo entre Ester e Mordecai.
Hamã fez muitos planos para matar os judeus. Mordecai descobriu tudo e falou para Ester que e disse ao rei que não deixasse Hamã matar o povo judeu. O povo judeu ficou com muito medo e orou pedindo que Deus ajudasse Ester quando ela dosse falar com o rei.
Ester preparou um jantar especial e então contou para o rei que era judia e que Hamã queria matar o seu povo. Assuero ficou muito bravo, porque gostava de Ester. O rei mandou matar Hamã e o povo conseguiu se salvar. Deus usou Ester e Mordecai para livrar o povo judeu das mãos de Hamã. O povo fez uma festa para comemorar.

Deus cuida direitinho de nós. às vezes nós não entendemos o que nos acontece, mas sabemos que Ele nos ama e quer sempre nos dar coisas boa.



Brincadeiras:

·         Mestre mandou: Quem for o mestre usara uma coroa

·         Dramatização da historia: Imprimir as máscaras





























Fonte : peguei na net 






terça-feira, 1 de maio de 2018

Jogos e Brincadeiras

fonte:http://ensinandomissoesparacriancas.blogspot.com.br


Aqui estão alguns jogos bastante curtos que podem ajudar o seu grupo a plantar o versículo bíblico memorizado em seus corações. 
Tente usar o 'Momento de Memorizar' durante cada sessão para atrair o interesse das crianças e ajudá-las a lembrar a passagem bíblica. Lembre-se que crianças são observadores passivos. Eles aprendem melhor fazendo!



Jogo 1 - PAÍSES PAÍSES! 



Idade: Primário
Materiais: Folhas de sulfite A4, canetas, mapa-mundi.
Preparação: Dividir o grupo e duas equipes ou mais. Cada equipe recebe uma folha em branco e uma caneta. De certa distância de cada time está um mapa-mundi.
Jogo: Quando o líder der o sinal, a primeira pessoa de cada equipe corre de costas até o mapa e anota o nome de alguns países. Depois volta e entrega a folha para o próximo da fila. Depois de alguns minutos o líder apita encerrando a brincadeira. Ganha a equipe que tiver o maior número de países anotados.
...........................................................................................................................................


Jogo 2 - OS ÍNDIOS SE CONVERTERAM



Idade: Qualquer idade
Jogo: Todas as crianças começam a andar aleatoriamente. O líder estará tocando um cântico missionário. Quando a música parar, o líder grita a seguinte frase: "Dois índios se converteram!". Então as crianças rapidamente formarão duplas. A criança que ficar só sairá da brincadeira. Depois o líder irá gritar outros números de "índios que se converteram" e sempre sairá a criança que ficar só. Ganha a brincadeira a última criança que sobrar.
...........................................................................................................................................



Jogo 3 - POUCO A POUCO

Idade: Qualquer idade
Materiais: Copos descartáveis, 2 baldes ou bacias com água.
Jogo: Divida o grupo em dois times. Cada time forma uma fila. O primeiro jogador de cada time receberá um copo descartável. Perto de cada time estará um balde ou bacia com água. Longe de cada time, a mesma distância para cada time, haverá um balde ou uma bacia vazia. Ao sinal dado pelo líder, um jogador de cada time encherá o seu copo de água, correrá até o balde vazio de seu time e jogará a água dentro dele. Então correrá de volta dando o copo vazio ao próximo da fila de seu time. O jogador continuará até o primeiro time conseguir encher o seu balde com água. Depois do jogo, o líder destaca como a participação de todos foi importante para encher o balde pouco a pouco. Se cada pessoa falar de Jesus Cristo, o mundo irá conhecê-lo pouco a pouco.
...........................................................................................................................................

Jogo 4 - PASSOU UM CARRO DE PICOLÉ




Idade: Qualquer idade
Jogo: Esta brincadeira é muito amada pelas crianças de Cabo Verde. As crianças ficam em círculos, uma das mãos por cima da mão do colega e a outra mão por baixo da mão do outro colega. Vai-se falando e uma vai batendo na mão da outra: "Pas-sou-um-car-ro-de-pi-co-lé. Qual-é-a-cor-que-vai-es-co-lher?". A criança que tiver a última mão batida terá que escolher uma cor. Então a brincadeira continua dizendo, por exemplo: "A-ma-re-lo-es-t-a-na-su-a-rou-pa!". Se a criança que foi a última a receber o "pa" tiver algo amarelo na roupa, sai. Se não tiver, continua a brincadeira até que todas as crianças saiam e a última que restar for a vencedora. 
...........................................................................................................................................


Jogo 5 - ORAR E PREGAR



Idade: Qualquer idade.
Materiais: Balões de duas cores diferentes, um para representar "oração" e outro para representar "pregação". 
Preparação: Os balões devem ser cheios e amarrados nos pés das crianças. Cada criança terá um balão de cada cor amarrado em cada perna. 
Jogo: Ao sinal, cada criança tentará explodir o balão do amiguinho e não deixar que estourem o seu. Fale com elas da importância para o missionário de orar e pregar.
...........................................................................................................................................


Jogo 6 - A MALA DO MISSIONÁRIO



Idade: Qualquer idade
Jogo: Em círculo, as crianças irão "preparar a mala do missionário". Cada criança deverá dizer alguma coisa que o missionário deverá levar na mala, as não pode repetir o que já foi dito. Quem repete, cai fora.
...........................................................................................................................................


Jogo 7 - QUEM CHEGA PRIMEIRO AO CAMPO?



Idade: Primário
Materiais: Sabonetes, shampoos, escovas de dentes, escovas de cabelo, pentes, cadernos, canetas, roupas, papel, etc. Não pode deixar de ter Bíblias.
Jogo: Cada criança deve escolher o que vai levar e correr para chegar ao local que você marcar que será o campo missionário. Vence quem levar mais coisas dentro do tempo estipulado, sendo que não poderá faltar a Bíblia. Quem não pegar uma Bíblia não terá a mínima chance de ganhar, pois missionário sem Bíblia não é missionário, é turista.
...........................................................................................................................................


Jogo 8 - COMPRAS NO CAMPO MISSIONÁRIO



Idade: Primário
Jogo: Uma das crianças é o missionário. Ele tem uma lista de compras a fazer. As demais crianças são os vendedores. O missionário não sabe falar a língua porque acabou de chegar ao país e vai explicar o que deseja com gestos. A criança que descobre o que ele quer, toma-lhe o lugar e será o missionário da vez, continuando a fazer as compras. A lista de compras poderia ser assim: 1 pacote de biscoitos redondos, 1 par de sapatos número 37, 1 cadeira dobrável, 1 balde, 1 quilo de tomate, 2 maçãs, etc. Brinca-se até se esgotar o tempo. Pode-se também dividir em equipes e ganha a equipe que mais conseguir adivinhar.

...........................................................................................................................................


Jogo 9 - VIAGEM DE AVIÃO



Idade: Qualquer idade
Jogo: As crianças vão se sentar em cadeiras, formando um círculo ou em fila. O líder diz: "A viagem vai começar!". Quando disser isso, as crianças devem se levantar e começar a rodar as cadeiras. Uma das cadeiras deve ser retirada. Se quiser cantar uma canção missionária durante este momento, cante. Então o líder diz; "Primeira escala!". Nessa hora todos tem que se sentar. Quem não conseguir, cai fora. Dali um pouco o líder diz: "Vamos continuar o nosso vôo", todos se levantam e uma cadeira é retirada. A brincadeira segue assim até ficar apenas uma criança que será a vencedora.


quinta-feira, 19 de abril de 2018

lembrancinha para mamãe











história Bíblica: Rute e Noemi

Versiculo para memorizar: "Porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus; Livro de Rute 1:16b Base Bíblica: Livro de Rute
















Desenvolvendo a História Em Belém de Judá vivia uma família boa. Elimeleque, sua esposa Noemi e seus dois filhos, Malom e Quiliom, mas houve uma grande seca e não havia mais comida, então saíram a peregrinar e foram morar nas campinas de Moabe. Depois de um tempo Elimeleque morreu, e Noemi ficou com seus dois filhos. Seus filhos se casaram, mas após cerca de dez anos seus filhos também morreram. Que tristeza para aquela mulher, viúva e agora havia perdido também seus filhos. Noemi tinham agora apenas as esposas de seus filhos para lhe fazer companhia, seus nomes eram Orfa e Rute. Noemi chamou as esposas de seus filhos e lhes disse: "Eu vou voltar para onde eu morava, onde esta meu povo, e eu gostaria que vocês também voltassem para as suas famílias.” As mulheres choravam e se abraçavam, porque elas eram boas amigas. Orfa não quis deixar de Noemi, mas Noemi lhe disse que não se preocupasse, pois ela ficaria bem. Então Orfa voltou para sua família. Mas não importava o que Noemi dissesse a Rute, Rute não a deixaria. Rute falou a Noemi: "Não me peça para sair. Aonde você for eu irei, e onde você ficar, eu vou ficar. Seus amigos serão meus amigos e teu Deus será meu Deus".

Então, Rute e Noemi retornaram juntos para Belém. Foi uma coisa boa Rute ter ido com Noemi, pois Belém era muito longe e Noemi já não podia viajar sozinha, pois já era de idade, e o caminho era longo. Mas Rute não se queixava, pois amava sua sogra Noemi. Ela não esperava nada em troca, ela só queria ajudar. Quando eles chegaram lá Rute decidiu que ela deveria fazer algum tipo de trabalho. Era época da colheita, e ela trabalhou atrás dos colhedores e pegava a cevada que tinham caído, o que sobrava.

O proprietário do campo apareceu para saudar os colhedores e notou Rute no campo. Ele perguntou a um dos colhedores quem ela era. "Ela voltou de Moabe com Noemi, isso é tudo que eu sei, ela pediu-me para recolher o que caísse e está a colher desde a manhã" O bom para Rute é que o dono do campo, Boaz, era um homem amável, que acreditava em Deus. Ele também era parente do marido de Noemi, que morreu, Elimeleque. Boaz foi falar com Rute, ele disse a ela: "Não vá trabalhar em qualquer outro campo, fique aqui; porém aqui ficarás com as minhas moças.” “Os teus olhos estarão atentos no campo que segarem, e irás após elas; não dei ordem aos moços, que não te molestem? Tendo tu sede, vai aos vasos, e bebe do que os moços tirarem.” Quando Rute ouviu isso, ela inclinou-se para Boaz e perguntou: "Por que você está sendo tão bom para mim, você não me conhece." Boaz respondeu: "Eu sei o que você fez por Noemi, deixou sua família e se mudou para um lugar onde nunca esteve. Que o Senhor recompense você por sua bondade." Rute agradeceu a Boaz, e continuou com seu trabalho no sol quente. Boaz ordenou aos seus trabalhadores que deixasse cair alguns punhados, e deixai-os ficar, para que os colha, e não a repreendais. E Rute colheu por toda a tarde, e voltou a cidade e encontrou-se com sua sogra Noemi e tiveram o que comer ate fartar-se. Noemi ficou admirada e perguntou-lhe onde tinha trabalhado, e ela lhe contou sobre Boaz.

E Noemi alegrou-se e disse que eles eram parentes, e gostou do que Boaz propôs dela trabalhar junto às moças. Assim, Rute ajuntou-se com as moças de Boaz, para colher até que a sega das cevadas e dos trigos se acabou; e ficou com a sua sogra. E Deus cuidou de Noemi e de Rute, e Boaz comprou as terras que era de Elimeleque e Boaz casou-se com Rute. E tiveram um filho e chamou de Obede. E Este é o pai de Jessé, pai de Davi. Sabem crianças esta história Bíblica nos mostra que Rute foi boa para com Noemi, preocupou-se com ela como uma boa amiga e Deus a recompensou, deu-lhe um bom marido e ela continuou a cuidar de Noemi. E Deus honrou a Rute pois de sua origem veio o Rei Davi.

Na história do povo de Israel ficou o registro da temente mulher, Rute, que honrou sua sogra e amou a seu povo, tornou-se participante do Centro da História de Israel. Você também, criança pode estar no Centro da História, marcar a sua geração, amando a sua geração e tornado-se uma exemplo, assim como Rute foi para seu povo. Que Deus lhes abençoe!


TRABALHINHOS:












fonte :peguei na internet