segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

5 brincadeiras para EBF e EBD: fáceis, baratas e edificantes



Vi gostei e estou repassando
fonte:http://mulhersabiaevirtuosa.com/
Na época de férias é sempre bom contar com um bom arsenal debrincadeiras para EBF. Afinal, a energia e disposição das crianças parece nunca acabar. Mas o mais importante é que essas brincadeiras sejam um complemento ao ensino bíblico, caso contrário, não fariam muito sentido.
Por isso neste artigo quero colaborar apresentando algumas sugestões de brincadeiras para EBF, que servem também para o cotidiano das EBD’s infantis.
Durante algum tempo fui professora da escola dominical infantil de uma igreja que possuía pouquíssimos recursos. Eu precisava arranjar maneiras de tornar as aulas criativas e estimulantes, porém, sem gastar muito dinheiro.
Felizmente Deus me deu algumas ideias que apliquei e as crianças gostaram bastante. Nada melhor do que aliar o lúdico ao aprendizado. E asbrincadeiras para EBF e EBD cumprem muito bem este propósito.
Devo ressaltar que as brincadeiras são muito simples, e foram pensadas no sentido de demandar o mínimo de material e de tempo. Contudo, com o máximo de diversão e aproveitamento.
Ah! E como não poderia deixar de ser, eu também quis conciliar as brincadeiras com a poesia. Construir a tríade: ensino bíblico, ludicidade e poesia.
O resultado você confere agora.

Sugestões de brincadeiras para EBF e EBD:

Brincadeira número 1:

Assunto: A importância da unidade do corpo de Cristo
Texto-referência: 1 Coríntios 12:12-27
Brincadeira: Olimpíada Maluca
Os alunos devem fazer atividades inusitadas, tipo:
- beber água no copo sem segurá-lo com as mãos. Prender a mão dos alunos nas costas e pedir que tomem a água no copo sobre a mesa. Quem conseguir realizar a tarefa primeiro (e com menos bagunça) vence;
- superar obstáculos com uma perna só. Os alunos participantes deverão participar de um circuito na sala, com alguns objetos tipo (caixas, travesseiros, baldes). O objetivo é completar toda a prova sem usar uma das pernas.
- Procurar um objeto escondido na sala, usando uma venda nos olhos. Esta prova é inspirada na famosa cabra cega, ou o quente e frio. O aluno deverá vendar os olhos e encontrar objetos escondidos no recinto.
Vence a equipe que conseguir cumprir as tarefas com o menor tempo.
Objetivo: permitir entender como é muito mais difícil, ou até impossível, realizar tarefas simples sem o auxílio dos membros do corpo. Auxiliar na reflexão de como a Igreja pode ser bem mais eficiente se trabalhar sem desavenças.
 

 Brincadeira número 2

Assunto: Durante uma situação difícil é melhor murmurar ou louvar?
Texto-referência: Daniel na cova dos leões (Daniel 6)
Brincadeira: Jogo do Afaste o Leão.
Desenhar no chão, com giz ou mesmo usando fita crepe, um caminho parecido com amarelinha (ou jogos de tabuleiro).
Escolher dois alunos: um representará a ovelha, e o outro representará o leão. Maquiar  e enfeitar as crianças para ficar mais divertido. Confeccionar um dado com uma caixa de papelão (tipo esses dos joguinhos mesmo).
Pedir aos demais alunos que joguem o dado. Toda vez que cair um número par (murmuração), o leão deverá avançar o número de casas correspondente ao dado. Toda vez que cair um número ímpar (louvor), o leão deverá retroceder o número tirado no dado.
O legal é perceber como a ovelha ficará aflita ao perceber a aproximação do leão. E ficará aliviada ao vê-lo retroceder. E cada aluno terá participação no resultado final da história. Se houver mais louvor, ao final da rodada, o leão não alcançará a presa. Se houver mais murmuração, bye, bye ovelhinha.
Objetivo:  o objetivo é mostrar que a murmuração aprisiona, enquanto o louvor liberta.

palito de picolé 5 brincadeiras para EBF e EBD: fáceis, baratas e edificantes

 Brincadeira número 3:

Assunto: a importância do bom trabalho em equipe
Texto-referência: a Torre de Babel (Gênesis 11)
Brincadeira: fazer “torres” com palitos de picolé.
Usar os palitos deitados e construir altos edifícios com eles (como na ilustração, porém, sem cola).
A turma que for mais organizada, e souber coordenar melhor o trabalho, acabará por construir torres bem mais altas e sólidas. Se desejar pode dividir a turma entre meninos e meninas.
Objetivo: olhar o lado positivo da torre de Babel. A ideia de um trabalho coletivo, planejado e realizado em comunhão. Nada pode impedir uma obra desse tipo. Mesmo com simples elementos, quando trabalhamos em uníssono, é possível construir grandes coisas. Refletir em como a Igreja pode alcançar altos resultados se andar em unidade.

Quer aprender a fazer ótimas maquiagens nas crianças? Clique aqui.

Brincadeira número 4

Assunto: guardar a Palavra no coração
Texto-referência: Versículos do salmo 119
Brincadeira: usar uma garrafa de refrigerante pet pequena (tipo 200 ml). Encher a metade deste recipiente com cola branca. Escrever um versículo em um pequeno pedaço de papel. Colocá-lo dentro de um saquinho plástico e introduzi-lo na garrafa. Acabar de preencher a garrafa com cola branca. Esperar secar.
Em seguida, pedir aos alunos que, sem violar a garrafa, retirem o versículo de dentro da pet. Após algum tempo, permiti-los que cortem as garrafas e retirem os versículos.
Quem retirar e ler o versículo primeiro, ou der para a professora ler, ganha a brincadeira.
Objetivo: fazer as crianças perceberem como é difícil arrancar algo que está bem enraizado, bem escondido. Assim deve ser a Palavra em nosso coração. Se a escondermos bem, e a protegermos, será muito difícil arrancá-la.
Será legal também ajudá-los a refletir, fazendo a pergunta: se esse versículo não for arrancado da garrafa, quanto tempo você acha que ele ficará intacto dentro do recipiente?

Brincadeira número 5 

Assunto: a importância de nos dispormos
Texto-referência: história de Jonas (livro de Jonas)
Brincadeira: é uma brincadeira simples. Uma espécie de boliche misturado com futebol. Pegar várias garrafas pet de refrigerante, enchê-las de água ou areia e enfileirá-las em um canto da sala. Formar dois grupos de crianças. O primeiro grupo deve ter o objetivo de derrubar todas as garrafas. O outro deve ter como objetivo fazer uma barreira para protegê-las.
Num primeiro momento, permitir que o grupo “derrubador”, faça a atividade sem empecilhos. Num segundo momento, fazer com que a equipe defensora entre em campo e impeça a outra. É recomendável estipular um tempo para a atividade, para que as garrafas sejam realmente preservadas.
Objetivo: fazer as crianças entenderem como a intervenção do bem pode impedir ou atrapalhar o mal. Se o bem ficar apenas assistindo, nada mudará. Mas, se fizer algo a respeito, a situação poderá ser transformada.
Entender que nem sempre todas as garrafas serão preservadas (plano de salvação), mas podemos impedir que todas sejam abatidas. Se possível ou preciso, revezar as equipes. No caso de Jonas, se ele não agisse, mesmo contra a vontade, toda uma cidade seria destruída.
Observação: esta brincadeira pode também ser usada no contexto da oração.

Sugestão: torne a Escola Dominical mais divertida com ótimas MAQUIAGENS INFANTIS

Bem… essas foram algumas sugestões de brincadeiras para EBF e EBDque selecionei.
Em breve postarei novas brincadeiras que você poderá usar na EBF ou no dia a dia da EBD. É bem legal também fazer sequência de 5 ou 6 atividades com o mesmo tema. Tipo uma olimpíada com várias brincadeiras e os vencedores no final.

E aí, gostou das sugestões? Então compartilhe este artigo, clicando nos ícones das redes sociais abaixo.

um grande abraço,
Mulher Sábia e Virtuosa.

3 comentários: